terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Desejo

O teu corpo é minha sede
teus prazeres meu destino.
Teu gemido meus conselhos,
teu suor me afoga o tino.

O teu gosto em minha boca
deslizando pelo umbigo,
descostura nossas roupas,
embriaga os meus sentidos.

Vira tudo pelo avesso
tuas pernas pelos ares
tua seiva pelos pelos
teu desejo nos olhares.

Minha fome dos teus seios
desvanece toda calma,
minha sede do teu corpo
alimenta a minha alma!

Nenhum comentário:

Postar um comentário