segunda-feira, 7 de maio de 2012

Sendo

Veio, hoje veio finalmente o frio
A calma, a ausência da ansiedade
Veio o marco, o cheiro, o principio de um dia
Vieram plenos os julhos, os junhos, os verbos
Chegaram mais cedo e prolongaram a visita

Não é hoje qualquer dia que se agita,
De manha cedinho desfiei a calma de ser,
Abri as janelas pro sol que nascia debaixo de chuva.
Estava inteiro só sendo
Não me importou hora nenhuma futuro,
De outros tempos apenas saudades
Como um toque que no rosto acaricia.

Ah, o desfilar das horas na sala de estar,
Idas e vindas dos sonhos, dos sons.
E a doce curiosidade de imaginar
O que serão das madrugadas?

De joelhos, agradeço ao sentir...

3 comentários:

  1. ¨De manhã cedinho desfiei a calma de ser¨

    Quero muito que as minhas mnhãs sejam assim.

    Beijos moreno, beijos em ti.

    ResponderExcluir
  2. Que lindos essa chegada ,esse ser... grande poeta menino.:)
    Tudo bem ?

    Beijossss e amei sua visita. :) Brigadão.

    ResponderExcluir