quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Lamúria de menino

Disseram-me um dia
que pra ser poeta tem que ser sofisticado,
pra ser poeta não se pode ter amado,
pois a poesia é muito mais transpiração.

Disseram-me outro dia;
que o poeta tem que ter boa harmonia,
tem que entender bem de poesia,
tem que ter o poema em suas mãos.

Dai segui todo encucado,
pois dos meus versos desconsolados
sou mil por cento inspiração.

E vos confesso angustiado
em meu desabafo atordoado;
que eu não sou poeta não.

2 comentários:

  1. O que dizer da tua inspiração, do teu amor pelas palavras e pela tua amada... ai Francisco... E embora a tua transpiração possa ser na calada da noite buscada, me deleito quando vêm as tuas palavras e... me cala, e o silêncio então preenche a minha alma.

    Beijos meus em ti moreno.

    ResponderExcluir
  2. ah! morena...
    você sempre com essa doçura inesgotável!
    eu tava aqui mechendo nos empueirados e encontrei essa ai de 2008.
    o tempo passa,
    já as palavras...

    ah essa saudade minha de você
    que nunca sacia...

    chero!

    ResponderExcluir