quarta-feira, 1 de junho de 2011

Florar

Flores,
recato nupcial
das cores,
abrigo incondicional
das dores,
concebam seu despetalar...

Senhoras e Senhores,
as encham
de mil amores,
esqueçam
os vis rancores,
permitam-nas desabrochar...

4 comentários:

  1. E se não for permitido desabrochar...

    Morre poeta, morre de amar.

    ResponderExcluir
  2. medo de passar do tempo de desabrochar...

    saudade, moço.

    ResponderExcluir
  3. Eu amo esse teu blog,tão simples,motivante,cativante!

    ResponderExcluir